terça 30 Mai 2017

Rodrigo Bueno

Ocupação Cornelia: portas abertas em SP

Ocupar espaços não institucionais  e neles promover aproximações. Artistas em sintonia, pensando proposições específicas para o lugar. O mantra de Ocupação Cornelia bem que poderia ser: Convivência, contaminação, colaboração. Nesse final de semana, quem vive a experiência é o público. As portas […]

Continue Reading...
Lúmen_leparc_2

Casa Daros promove encontro de luzes

A Casa Daros apresenta no próximo dia 7, às 19h, a performance Lúmen, do artista João Penoni (1983, Rio), dentro da exposição Le Parc Lumière – Obras cinéticas

Massimo Silenzio12

O silêncio luminoso de Giancarlo Neri

Máximo Silêncio em Paris, instalação luminosa do artista italiano Giancarlo Neri, será inaugurada no dia 27 de janeiro, às 19h na Praça Paris, Rio de Janeiro. A obra,

bernardo damasceno4

Bernardo Damasceno perfuma o sertão

"Tempo linear em oposição a circularidade: a região do Cariri foi, em tempos remotos, o próprio mar, e hoje recebe uma frota de barcos oriunda do Rio (de

Flui Drawings2_Joao Mode 2004

A fina malha de João Modé

Depois de ocupar o sótão da galeria A Gentil Carioca em 2007 com a exposição 'A cabeça', João Modé volta ao espaço expositivo carioca com desenhos, fotografias e objetos.

Iran do Espírito Santo: luz e dobras.

  A Galeria Fortes Vilaça apresenta individual de Iran do Espírito Santo reunindo uma pintura de parede e esculturas inéditas que dão prosseguimento à continua investigação do artista sobre

divortium aquarium2

José Rufino: “O que há de seguro no porto?”

Que vivemos num mundo fantástico, disso ninguém duvida. Mas não é todos os dias que nos deparamos com trabalhos tão impregnados de poesia quanto os de José Rufino.

IMG_7078Edit

Pedro Victor Brandão: “Vou investir em bitcoins”

Nunca havia ouvido falar em bitcoins até bater um papo ontem com Pedro Victor Brandão, jovem artista (nascido em 1985) que inaugura amanhã, na Casa França-Brasil, uma exposição inspirada

Últimos dias de Damasceno no MAM

Encerra neste domingo a individual dedicada ao artista carioca José Damasceno no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. A mostra, de caratér antológico, reúne quinze desenhos, dezessete maquetes

abertura%252520morrinho%252520mu1_thumb

Cilan Souza mostra ao mundo sua pequena babilônia

“Com um tijolo desses, partido ao meio, dá pra fazer duas casas”. É assim, desse jeito meio naif, que Cilan Souza de Oliveira explica a uma turma de

Powered by WordPress | Deadline Theme : An AWESEM design